No último dia 6 de setembro, foi lançado no 46˚ Congresso da SBPC/ML um sistema de certificação de laudos laboratoriais desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/ Medicina Laboratorial e a empresa Veus Technology. Os laudos serão emitidos juntamente com a autoridade certificadora ICP-Brasil, que é uma cadeia de emissão de laudos digitais para identificação do cidadão. Aos presentes foram entregues senhas para que pudessem testar o novo sistema.

O projeto é coordenado pelo vice-diretor científico da SBPC/ML, Murilo Melo. Ele explica, no site da instituição, que o objetivo do projeto é combater as fraudes na saúde e a adulteração nos resultados de exames. Murilo Melo explica ainda que, atualmente são gastos US$ 800 bilhões ao ano com fraudes na saúde. Este montante é 100 vezes maior ao que ocorre no sistema financeiro.

Para emitir o laudo será necessário criar na Receita Federal ou em instituições chamadas “Autoridades Certificadoras Habilitadas” um e-CPF (CPF com assinatura digital, sob a ICP-Brasil). Após criar o e-CPF basta acessar o portal: www.laudocertificado.com.br  e seguir os passos indicados.

Junto com o laudo será gerado pelo sistema um código numérico (hash) único para cada resultado de exame. Assim, se for alterado algum dado no laudo será formado um novo hash juntamente com uma assinatura digital, invalidando o primeiro resultado.

Exemplo: (Fonte: SBPC/ML)
“Laudo 001 – Glicose: 100 mg/dl
Hash gerado para o laudo = 012030405060”
Se o mesmo laudo for alterado para o resultado abaixo:
“Laudo 001 – Glicose : 222 mg/dl
Hash = 012030405888”

Os laboratórios clínicos que não tiverem site poderão entregar os laudos digitais aos clientes através de uma página fornecida gratuitamente pelos organizadores do programa. Além disso, o sistema ainda permite envio de torpedos ou emails para os clientes informando que o laudo já está disponível ou ainda que o resultado seja entregue via fax.

46˚ Congresso da SBPC/ML

O evento aconteceu em Salvador – BA entre os dias 4 e 7 de setembro. O tema central foi “A evolução no diagnóstico da medicina laboratorial”. Entre os assuntos que foram tratados estão: a fase pré-analítica, fase analítica e o controle interno da qualidade.

Quem quiser saber mais sobre o Certificado Digital de Laudos acesse o link: http://www.sbpc.org.br/down/materiaCertDigital.pdf